sexta-feira, novembro 05, 2010

Maconha, por que não legalizar?

   No última dia 02 a Califórnia decidiu sobre legalizar ou não a maconha. Com 57% dos votos a população optou pela não legalização, mas a votação trouxe mais uma vez esse debate que eu considero extremamente importante. Afinal, legalizar ou não legalizar, qual é a melhor opção para a sociedade?

   São muitas as opiniões que divergem sobre esse assunto, como sempre acontece quando se trata de temas polêmicos. Alguns busca apoio na religião, outros na ciência e outros trazem ao debate apenas preconceitos absorvidos por anos vividos em uma sociedade hipócrita que sempre prefere ignorar o óbvio. O primeiro ponto que devemos discutir é: a maconha tem efeitos mais piores e prejudiciais do que o álcool é o cigarro, drogas lícitas e muito utilizadas pela sociedade? Números oficiais da agência anti-drogas norte americana (DEA) mostram que enquanto o tabaco, o álcool, os remédios e as outras drogas ilícitas matam milhares de pessoas todos os anos, não há registro de uma só morte decorrente do uso de maconha. Pesquisas recentes mostram que na verdade não há nenhuma dano cerebral decorrente do uso da droga, o que demonstra que cientificamente não há justificativa para a ilegalidade.

   A grande verdade é que a legalização da maconha só não é aceita pela sociedade por uma visão de mundo atrasada que ainda trás resquícios da época em que a igreja tinha grande influência sobre o Estado. Todos esse preconceito e apoiado pelos poderosos, que são quem realmente lucra com o tráfico. Porque se engana quem pensa que o tráfico é comandado apenas por aqueles marginais mal encarados e semi-analfabetos que comandam as favelas do Brasil. O problema vai muito mais além e tem muita gente bem mais importante envolvida, o que torna o debate mais complicado. Tudo isso colabora para que se crie essa mistificação em torno na maconha, fazendo com que a discussão sempre seja pautada por mentiras disfarçadas de verdades absolutas.

   Acho que o primeiro passo para a desmistificação do assunto é um debate baseado em argumentos puramente científicos, deixando de lado os preconceitos e lembrando dos efeitos destrutivos do álcool e do cigarro, drogas encaradas por todos com muita normalidade. Esqueça todas as bobagens que a sociedade boboca em que vivemos colocou na sua cabeça, tenha em mente que todos tem o direito de escolher livremente o que querem fazer com suas vidas e aceite um debate baseado em argumentos palpáveis. Já passou da hora de deixarmos de ser marionetes nas mãos daqueles que lucram com nossa ignorância.

 

Para que fique bem claro, o texto busca apenas expor uma opinião sobre a descriminalização e, de forma alguma, procura fazer apologia a qualquer tipo de droga.

Um comentário:

  1. tens razão, antes legalizar do que incriminar o trafico/uso da droga, hoje em dia qualquer um usa, inclusive os 'artistas'. pior não fica de fato!

    ResponderExcluir

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*