domingo, outubro 10, 2010

Eleições 2010

   Acho que devido a época que vivemos é válido fazer um post falando sobre a eleição, mesmo que isso fuja completamente do “estilo” do blog. Na verdade política é um dos meus assuntos preferidos e o blog é sobre mim, então nem estaremos fugindo tanto assim, né?!

   O dia 3 de outubro está chegando, hoje é o último dia da propaganda eleitoral gratuita e cabe relembrar um pouco os últimos dias e, por que não, os últimos oito anos. Mais uma vez tivemos uma campanha pautada pelos escândalos do governo petista, a bola da vez foram as quebras de sigilo fiscal de membros do PSDB e familiares do candidato José Serra (45). Esse escândalo em especial me assustou um pouco, porque uma coisa é desviar dinheiro público e pagar parlamentares para votarem com o governo – sim, é um absurdo mas não completamente inesperado tratando-se de política –, isso é entre os partidos e cada um sabe o preço da sua dignidade. Mas quebra de sigilo fiscal é muito mais sério, porque envolve uma instituição do Estado na qual todos somos obrigados a confiar. Não é mais uma questão de não confiar em esse ou aquele político, é uma questão de não confiar mais no Estado. Acho que poucas pessoas se deram conta da gravidade desse caso que foi só mais um entre tantos que vivenciamos nos últimos anos. Alguns foram por incompetência como o roubo da prova do ENEM e o vazamento dos dados dos inscritos nesse exame. Outros foram por falta de caráter como o mensalão, a quebra de sigilos e a fabricação de dossiês contra a oposição. Sinceramente, não me interessam quais eram os envolvidos nesse caso, nem se o presidente Lula e a candidata Dilma tinham conhecimento dos mesmos. O que interessa é que o governo Lula deixou acontecer e se não foi conivente foi incompetente e é isso que não podemos aceitar. Ao contrário do que o governo fala, não houveram mais denúncias de corrupção porque o governo as denunciou, houveram mais denúncias porque houve mais corrupção, simples assim.

   A corrupção, porém, não é nem de longe o maior problema desse governo que atenta quase que diariamente contra o Estado Democrático de Direito e a Constituição do país. Quem leu o PNDH que foi assinado pela Casa Civil (da qual Dilma era ministra-chefe na ocasião) sabe do que estou falando. Controle social de mídia é um nome bonito pra censura. Censura como aquela sofrida pelo Estadão no ano passado quando o jornal foi proibido de publicar qualquer coisa sobre as falcatruas do Sarney. Desejar que um partido político seja extinto (no caso o DEM) também não é lá muito democrático, né? Aliás, é bom que fique claro, os mensaleiros do DEM e Brasília se desligaram  do partido para evitar a expulsão, os do PT você ainda encontra por lá, alguns até bem presentes na campanha da candidata Dilma (José Dirceu, por exemplo). Mas sinceramente, alguém esperava outra atitude de um governo que anda abraçado com ditadores, facínoras e financiadores do terrorismo? Eu não. Assim como não espero nada de diferente do governo de Dilma, afinal democracia nunca foi muito a cara dela. A candidata que enche a bora pra falar do quanto lutou pela democracia durante a ditadura militar deve ter a memória um tanto quanto prejudicada, desde quando Colina, VPR e VAR-Palmares defendiam a democracia cara pálida? Uma rápida pesquisa na wikipédia nos mostra que essas guerrilhas (ou organizações terroristas se preferirem) lutavam para instaurar no país uma ditadura socialista nos moldes soviéticos. É, a URSS foi realmente um exemplo de democracia. Essa é a candidata do PT, num dia defende comuno-terroristas, do outros é uma democrata inveterada, assim como num dia defende o aborto como questão de saúde pública e direito da mulher, no outro defende o direito à vida, a moral, a religião, os bons costumes e o que mais for preciso pra ganhar a eleição. Essa é a verdadeira proposta de continuidade feita pelo PT.

   Levando em conta todos esses fatos, e muitos outros que deixariam o texto ainda mais extenso e cansativo, se conclui que essa eleição não é uma briga entre SERRA (45) e Dilma. Essa é uma briga entre o Estado Democrático de Direito, que é garantido pelo artigo 1º da Constituição Federal, e o populismo barato que usa o Estado para servir ao partido. No dia 3 de outubro não decidiremos apenas qual a melhor proposta para saúde, educação, segurança, meio ambiente, etc. A verdadeira discussão é: você quer continuar com um governo que anda abraçado em ditadores e terroristas? O quão próximo de tornar-se um ditador está aquele que o defende? Essa é a discussão que deve ser proposta. Ainda dá tempo de virar o jogo e salvar o Estado Democrático, só depende de nós. Pensem nos candidatos, analisem tudo que eles já disseram e fizeram e vejam quem realmente merece ser eleito, quem  é o candidato das opiniões definidas, aquele que realmente lutou duramente pela democracia, aquele que não caiu de pára-quedas nessa eleição, nem foi apadrinhado por algum figurão do partido. Provavelmente só um nome preencherá todos os requisitos: JOSÉ SERRA (45). E por sorte ele também é o candidato com as melhores propostas. Então eu peço a todos que leram isso tudo, e aos que não o fizeram também, que façam essa reflexão. Peço também aos indecisos que escolham JOSÉ SERRA (45), eu garanto que não se arrependerão, assim como São Paulo não se arrependeu de elegê-lo governador no primeiro turno na última eleição. Antes de ser o candidato da saúde, da segurança, etc, SERRA (45) é o candidato da DEMOCRACIA e é pensando nisso que meu voto no domingo será JOSÉ SERRA – 45. Eu espero que o seu também seja.

 

1- Veja aqui, aqui, aqui e aqui a lista dos mortos pela esquerda durante a ditadura militar. Preste atenção nos grupos responsáveis pelos assassinatos, Dilma pertenceu a COLINA que depois uniu-se ao VPR dando origem ao VAR-Palmares. Paulo Vannuchi, secretário nacional dos Direitos Humanos, figura importante do governo, pertenceu a ALN, Franklin Martins, Ministro da Comunicação Social, pertenceu ao MR-8.

2- As informações contidas no texto são resultado de muita leitura, destaco como fonte principal o blog do Reinaldo Azevedo, grande defensor da democracia que diariamente denúncia os abusos cometidos no Brasil. Blog dele aqui.

3- Assine aqui o Manifesto em Defesa da Democracia.

4- Conheça aqui as propostas de José Serra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*