sábado, julho 31, 2010

Parte VII - Despedida

Despedida
Now Playing: Echoes, Silence, Patience and Grace - Foo Fighters

   Já estava tudo pronto para a tão sonhada viagem de Natasha e Júnior. Eles estavam com as passagens compradas, apartamento alugado em Londres e um amigo de Júnior já tinha conseguido com emprego de garçonete para Natasha que já havia trancado a faculdade (o que foi um alívio) e combinado de deixar suas coisas na casa da mãe já que entregaria o apartamento. Com a viagem toda acertada só estava faltando a coisa mais importante para Natasha: uma festa de despedida. Mas isso logo foi organizado e aí tudo estava pronto.
   A festa aconteceu na casa de Bárbara, amiga do casal, dois dias antes da viagem. Foi provavelmente a festa mais louca de que já se teve notícia. Muitas pessoas, muita bebida, só as melhores músicas que foram previamente selecionada por Natasha e tudo mais que se precisa para fazer uma grande festa. Mas apesar dessa atmosfera eufórica todos estava tristes, pois sentiram saudades de Natasha e de Júnior que tinha  acabado de voltar. Foram muitos abraços de despedida, algumas lágrimas e muitas promessas de uma grande festa para quando os dois voltassem. Porém, foi só na metade da noite que a despedida mais esperada por Natasha aconteceu. Ela foi até a frente da casa pegar um ar, porque o calor e a fumaça lá dentro estavam quase insuportáveis, e encontrou Edu ali sozinho observando a noite. Eles disseram um ‘oi’ meio sem graça e apenas se olharam por um instante, aí ele foi na direção dela e abraçou.
- Eu vou sentir sua falta Nati. Apesar de tudo que aconteceu vai ser muito difícil saber que não vou te ver por aí.
- É, provavelmente vai ser estranho. – foi só o que ela conseguiu responder.
- Mas a gente ainda vai se falar, né? Quer dizer, mandar e-mails e tal.
- Ainda Edu? Nós não nos falamos direito desde que tu começou a namorar.
- É… eu achei que seria mais fácil te esquecer se eu estivesse com outra pessoa e te evitasse o mínimo possível.
- Me esquecer? Por que?
- Ah Natasha, olha pra gente. Tu acha que daria certo? Somos completamente diferentes. Buscamos e sentimos coisas completamente diferentes. Eu nunca ia me adaptar a esse teu jeito doido de ser e tu nunca ia se adaptar ao meu jeito.. normal de ser.
- Edu, tu é um idiota.
- Eu sei. Mas sou idiota completamente apaixonado por ti.
- Não, tu não é apaixonado por mim. Nunca foi. Agora eu preciso voltar lá pra dentro, afinal essa festa é em minha homenagem. Se cuida.
Essas foram as últimas palavras trocadas entre os dois. E elas deram a Natasha a certeza de que ela e Edu nunca tiveram nada especial. Eles apenas ensaiaram um amor que não chegou a acontecer. E as únicas coisas que os ligavam eram a carência dela e a atração/fascínio que ele sentia por ela.
   Depois da festa os dias passaram voando e finalmente chegou o grande dia. Eles foram sozinhos para o aeroporto querendo curtir cada segundo daquele momento que era só deles. Dentro do avião, um pouco antes da decolagem, Júnior pegou a mão de Natasha e disse em seu ouvido:
- Tu sabe que agora eu não posso mais sair no meio da noite pra te deixar dormir sozinha, né?
Ela olhou pra ele sorrindo, lhe deu beijo, murmurou um ‘Eu posso me acostumar com isso’, deitou a cabeça no seu ombro e assim eles foram rumo à Europa. Extremamente felizes e apaixonados.

Anteriores aqui

Adicionei uma página para responder dúvidas sobre layouts e HTML, quem quiser perguntar alguma coisa referente a isso clique aqui.

15 comentários:

  1. Desculpe mais esse comentário é off post. Como você colocou esse now player na postagem ou no blog? Fiquei curioso

    ResponderExcluir
  2. Flor, meu comentário tbm não é sobre o post, é que to passando rapidinho e nem deu tempo de lê-lo (eu sei que o tracinho saiu do português mas eu amo!) eu só qeria te avisar que vou mandar o login e a senha do meu blog no seu e-mail.. aí vc arruma o calendário pra mim se puder?! Tem como!? #diz que siim!

    ResponderExcluir
  3. A história da Natasha me fascina. Estou acompanhando e sempre que termino uma parte, espero ansiosamente pela outra. Você consegue colocar toda uma realidade de uma mulher que não acredita no amor, mas sem querer acabou o encontrando.

    Você escreve bem demais. E por favor, continue escrevendo sobre a vida da Natasha ^^

    :**

    ResponderExcluir
  4. fala pra mim que essa não é o fim da história pq quero mais dela de tão eprfeita que esta!

    ResponderExcluir
  5. Belo texto!
    a eu odeio despedidas, são amarguradas me fazem sofrer buaaaa'

    amei amei, sue blog sempre lindo né flor.

    ResponderExcluir
  6. amei,amei *--*
    Que blog lindo é esse ?
    haha (:
    Beijos :**

    desculpa a demora ;x

    ResponderExcluir
  7. ME AJUDE POR FAVOR.

    tive dois textos meus plagiados, e gostaria que vocês blogueiros me ajudassem a pedir para o 'ser' que publicou meus textos no blog, para dar os créditos OU deletá-los.

    O plágio -> http://umabelamelodia1.blogspot.com/2010/07/so-resta-voce.html

    Original -> http://trueslove.blogspot.com/2010/06/escolhas.html

    Outro plágio -> http://umabelamelodia1.blogspot.com/2010/07/med.html

    Original -> http://trueslove.blogspot.com/2010/06/experimentando-me.html

    quem puder comentar lá, eu agradeço. Pois somente quem é blogueira(o), sabe como isso é revoltante, e lembrem-se: PODERIA TER SIDO COM VOCÊ.

    ResponderExcluir
  8. Belo texto despedidas doem muito!
    bom ao menos ela vai tentar uma nova vida.

    Você escreve muito bem meus parabéns.

    ResponderExcluir
  9. Ahhhhhhhhhh D: despedidas me deixam triste. Concordo com a guria de cima, é fascinante a história da natasha, parabéns, continue assim *-*

    ResponderExcluir
  10. quero mais desses seus contos viu? Pa pra mim esse não é o fim

    ResponderExcluir
  11. Despedidas...são sempre recheadas de sentimentos profundos!

    ResponderExcluir
  12. amei o final "eu posso me acostumar com isso" ta bem escrito. :)
    beijoos

    ResponderExcluir
  13. Adorei *-* E AMEI o novo layout. Sério, ficou perfeito!

    Ah, to te seguindo no twitter, pode me seguir também? É que eu acabei de criar e ainda tenho poucos seguidores. O meu é @_camilaq

    Beijos xx

    ResponderExcluir
  14. Eu li só uma parte ou duas partes antes dessa, vou tentar voltar e ler os outros posts. Mas de qualquer forma tá muito bom, parabéns.

    Beijo, até mais. (:

    ResponderExcluir
  15. add aos favoritos o seu blog, to seguindo :)

    ResponderExcluir

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*