sábado, julho 03, 2010

Parte I - A noite.

n521025178_4074762_9318_large
Now Playing: Stranger Things Have Happened - Foo Fighters ♪

Ela andava pela rua sentindo o ar frio da noite. Como era boa essa sensação de liberdade que só a madrugada a proporcionava. Sentou-se num muro, acendeu um cigarro e tomou um gole do whisky que carregava na bolsa. Ela estava sozinha. Não só ali naquela noite fria, ela estava sozinha na vida. Não é que ela não tivesse família ou amigos. Ela os tinha, mas que diferença faz se no final somos sempre nós e o mundo? Natasha tomou mais um gole da bebida forte e pensou sobre a festa daquela noite. Que festa incrível! Música boa, galera animadae muita bebida. Uma noite perfeita. E agora ela estava ali sozinha, absorta nos pensamentos loucos que a noite lhe trazia. Ela fechou os olhos e deixou a mente vagar. Como era bom o sentimentos que esses devaneios traziam, como era bom poder ficar ali sentada só pensando. Ela não tinha hora pra voltar, em casa ninguém a esperava, a vida; o tempo; a noite; o mundo, tudo a pertencia e não haviam limites para aproveitá-los. Quando Natasha se deu conta já havia amanhecido. Ela se levantou e foi pra casa. Já era hora de dormir um pouco, porque ainda era sábado e aquela era noite de rock

8 comentários:

  1. A minha vida já foi um pouco assim, sair a noite sem hora pra voltar, beber, dançar, exceto fumar, não curto.

    Mas com um tempo fui forçada a crescer, isso é um saco!

    http://publicidadesaltoalto.blogspot.com/2010/07/pretty-little-liars.html

    ResponderExcluir
  2. Ah essa vida boêmia maravilhosa *-*
    Adorei o texto, e me senti um pouco invejosa, por estar lendo em uma sexta-feira a noite, infelizmente em casa. OISAHOIASHIOASH mas parece um pouco com as minhas doideiras. Adorei, mt bom.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com vc no que disse la´em meu blog. Bem eu não me referia a todas aas palavras. Mas me referia as palavras que uma certa pessoa fala. que não são nada. Você entendeu errado *--*
    Kisses for you

    ResponderExcluir
  4. HAHA, essa sensação de "liberdade", meio utópica não? Mas é beem interessante.
    Adorei o texto, bjs :*

    ResponderExcluir
  5. Em alguns momentos precisamos ter liberdade e fazermos o que tiver vontade, porém sem exageros.

    ResponderExcluir
  6. Se eu tomar nem que seja um gole de wisk a coisa não ia ficar nada bem, então sorte a dela ser 'boemia' assim em uma noite de rock

    ResponderExcluir
  7. Adorei o seu texto e seu blog, já estou seguindo beijo.

    ResponderExcluir
  8. É... Sempre estamos sozinhos. :/

    ResponderExcluir

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*