sábado, março 13, 2010

Primeiro olhar.

blog006
    Juliana chegou na festa sem grandes expectativas. Não se via nela a animação que dominava os demais. Para ela aquilo era só mais uma balada comum, cheia de gente igual e felicidade fictícia. Ela pegou uma bebida e foi cumprimentar uns conhecidos,  conversou com algumas pessoas, sorriu para outras e se misturou à multidão. Seu corpo estava ali demonstrando alegria como as pessoas ao redor, mas sua mente viajava longe, por lugares que ela nem conhecia mas que lhe pareciam extremamente mais interessantes.
   Henrique aproveitava a festa, olhava as garotas, bebia e ri com os amigos. Era fim de semana e ele queria aproveitar ao máximo essa falta de compromissos e obrigações já que entre estágio e faculdade a semana dele era caótica. Ele adorava aquele ambiente, aquela música e a maneira como todas as pessoas ali só se preocupavam em curtir,  independente de terem tido uma semana infernal. Curtir era o lema dele. Se o pai não o obrigasse a estudar administração e trabalhar com ele no escritório Henrique só curtiria pro resto da vida.
   Por um momento Juliana se distraiu de seus pensamentos e notou um garoto que a olhava fixamente, como se tentasse ver sua alma (ou o que estava por debaixo de seu vestido). Ela olhou de volta como se o desafiasse a desvendá-la. Conhecer sua alma, sua essência, seus sonhos e suas vontades. Henrique ficou intrigado com aquela garota que parecia tão longe e com o olhar que ela lhe lançou, como se o convidasse a entrar em seus pensamentos. Os dois se olharam por uma fração de segundo até que uma música agitada fez com que as pessoas começassem a pular os levando para longe um do outro. Eles não se viram mais naquela noite. Juliana foi embora por volta de duas da madrugada. Saiu sozinha e sem se despedir de ninguém. Henrique e os amigos foram expulsos da boate quando o lugar fechou as seis e meia da manhã. Eles entraram no carro e foram continuar a festa no apartamento de uma das meninas que haviam conhecido naquela noite. Mas apesar de toda essa animação ao redor, alguma coisa fazia com que Henrique não conseguisse se prender ao momento. Ele pensou que fosse a bebida lhe tirando a atenção, mas não era. Alguma coisa mudou tudo naquela noite. Um olhar. De repente ele pensou que jamais esqueceria aquela noite. Longe dali, dormindo tranquila em sua cama, Juliana sonhava com um garoto. Um desconhecido de olhar penetrante. Alguém que lhe despertava um interesse fora do comum. Alguém que a fazia feliz, mesmo que nos sonhos.
  “Eu não sei o que eu tô fazendo
Mas, eu tenho que fazer
Aquela noite que eu te conheci
Eu acho, que nunca vou esquecer...
Um momento, quase perfeito
Inocente em seus defeitos
Tudo que é bom dura pouco
E não acaba cedo...”
Eu nunca disse adeus - Capital Inicial ♪

12 comentários:

  1. Amei o texto. Pessoas misteriosas sempre atiçam a nossa curiosidade e imaginação, hein?

    ResponderExcluir
  2. Nossa que lindo. Ja pensou em continuar essa hist? rá. Mas sério talvez fosse legal. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. clindo *-*
    Ja pensou em continuar essa hist? rá. Mas sério talvez fosse legal. +1
    tem 4 selinhos pra vc lá no meu blog http://madeinparadisehere.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Lindo, mesmo, concordo com a menina ai de cima, vc devia continuar. Parabéns pelo blog.

    http://metamorfoserosashock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Sou meio suspeita pra falar, porque a minha falta de capacidade para escrever contos faz com que eu ache os demais fascinantes. Mas o seu tem um quê a mais que eu ainda estou tentando descobrir o que é... De qualquer forma, uma leitura ótima :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. quem sabe o começo, quem sabe só um momento. *-*

    ResponderExcluir
  7. Saudade daqui. Lindo texto! Bjoka e boa semana!

    ResponderExcluir
  8. Fiquei apaixonada pelo blog cara, passado obrigatoria sempre aqui! *-* seguindo !

    ResponderExcluir
  9. adorei o conto...nossa!!!!! até me arrepiei...mas..queria que vc o continuasse ...
    estou seguindo (sua seguidora número 50 \o/
    dá uma passadinha no meu se quizer..
    bjinhos flor...
    amei aqui

    ResponderExcluir
  10. Que perfeição, adorei :) To seguindo.

    ResponderExcluir
  11. O texto é lindo e o layout também !
    Adorei mesmo amor !
    Poderia deixar esse conto virar tipo uma série ... que tal ?

    Beeijos :*

    http://supbox.blogspot.com/

    ResponderExcluir

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*