quinta-feira, novembro 19, 2009

Eu e os outros.

Odeio quando as pessoas me julgam segundo suas impressões, sem antes tentar conhecer minha essência. Poder ser que passe uma certa imagem que em nada se aproxima da realidade, mas eu espero que algumas (só algumas mesmo) vejam além dessa imagem. Muito mais longe que os olhos podem ver. É muito decepcionante quando alguém espera de ti algo que nunca poderá ter, porque não é assim que tu é. Seria mais simples se as pessoas não tentassem adivinhar minhas vontades e meus pensamentos. Quem se empenha em me conhecer de fato sabe que, apesar da minha relutância em “aceitar” o amor e a minha visão um tanto crítica dos relacionamentos, eu sou meio romântica, meio boba e tendo a realmente gostar das pessoas e me entregar a esse sentimento. Sexo e amor são coisas bastante distintas pra mim, mas não quer dizer que eu tenha preferência por uma delas. São coisas meio opostas, mas que eventualmente combinadas tornam-se bem interessantes. Eu me esforço muito pra tentar descontruir certas concepções deturbadas que a sociedade vende para as pessoas e isso muitas vezes é visto como promiscuidade. Mas também, num mundo tão opressor como o nosso fica difícil distinguir liberdade de libertinagem, embora ambas sejam bem diferentes uma da outra. É por isso que eu acabo me dando mal sempre, porque ninguém compreende o real sentido da minha liberdade. Pode ser que eu tenha minha parcela de culpa, pois fui eu quem escolheu agir assim, porém isso não significa que eu devo me resignar a viver pseudo-relacionamentos com pessoas que acham que a sua falta de apego, sentimento, interesse, ou o que for, é recíproca. FODA-SE o seu pré-julgamento ridículo! Eu sei o que sou, o que quero e o que sinto. E mais do que isso, eu sei quando alguém não é e  não sente. Pelo menos na grande maioria das vezes eu sei. Então ou você me compreende e me tem, ou me julga mal e me deixa partir.Comigo não existe meio termo. E aí, o que vai ser ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*