domingo, outubro 04, 2009

Minha chance.

Eu admito, você não sai da minha cabeça. O que eu faço, os lugares onde eu vou, as coisas que eu vejo, tudo me lembra você. Eu não imaginava ser possível uma coisa dessas. Não comigo. Não depois de todo o tempo passado, todas as mágoas que eu guardei e todas as defesas criadas depois de tantas decepções. Mas é incrível como as coisas acontecem de maneira totalmente contraria às nossas expectativas. As minhas feridas se curaram todas de uma vez, o inferno foi embora e a cor voltou ao meu mundo. Eu não acreditava mais em romances nem em príncipes (des)encantados. Porém, mais uma vez tudo se descontruiu por uma razão superior. Amor ? Talvez sim, talvez não. Acho que é cedo pra rotular sentimentos. Na verdade não sei se há um tempo pra isso, já que quando se fala em sentir tudo é relativo. O que importa mesmo é a intensidade do que se sente. Essa vontade incontrolável, o pensamento fixo. A certeza de que esse sentimento é diferente. A tranquilidade por saber que essa vez não pode sair pior que todos os meus desamores do passado. Me entregar sem medo é difícil carregando tantas cicatrizes. Mas eu optei por me dar mais uma chance. Minha última chance pra tentar ser feliz do jeito que eu acredito ser o certo. Eu posso quebrar a cara, como já aconteceu tantas vezes, com tantos amores, em tantas histórias. Mas pode dar certo só pra variar e eu não quero me arrepender de não ter tentado. Então tá aí a chance que eu jurei pra mim mesma não dar pra mais ninguém. Porque a única coisa na vida que eu não sei fazer diferente é gostar.
1197057944 P.s. Encontrei esse texto perdido no meio do meu caderno de geografia. Não sei nem de quando é. Mas eu gostei, e fala exatamente o que eu queria dizer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*