segunda-feira, setembro 07, 2009

Será que volta ?

Minha inspiração vem e vai, como tudo na minha vida. Ela aparece, sorri e depois vai embora. Ela, assim como tantos outros antes dela, acha que isso me atinge. Mal sabe ela que a sensação de abandono já é corriqueira pra mim, como sentir fome, frio, sede, medo, vontade de fazer xixi ou vontade de fumar. Tudo se mistura e o abandono não é novidades desde.. nem me lembro mais quando foi a primeira vez. Só sei que foram muitas. Minha inspiração não é pioneira em me abandonar, assim como os últimos homens que passaram pela minha vida não foram os primeiros a me fazer sofrer. Nada mais nesse mundo é novidade pra mim. Pelo menos não no meu mundo. Todas as sensações, boas e ruins, já são velhas conhecidas. Eu já amei, já sofri, já fui feliz, já fui triste, já menti, já manipulei, já fui manipulada, já ouvi mentiras, já acreditei, já deixei de acreditar, já odiei, já fiquei indiferente. Eu já fui, fiz e fiquei tanta coisa que nem sei mais. Mas hoje eu só sou, faço e fico eu mesma. Eu assim desse jeito sem graça que todo mundo conhece. Eu com minha tendência ao alcoolismo, à loucura e à vadiagem. Eu que gosto de dormir, de escrever, de sexo e.. eu já falei dormir ? Eu que escrevo coisinhas depressivas e sem nexo. Eu que falo da minha vida aqui e em qualquer lugar que tenha alguém disposto a ouvir. É só isso que eu sou agora. Porque eu cansei de tentar ser, viver e sentir um monte de coisas. Deve ser por isso que minha inspiração anda fugindo de mim. Vai ver nem ela aguentou essa chatice milenar que virou minha vida. Mas o que eu posso fazer ? Essa chatice é a paz e a calma que eu sempre busquei. Minhas inspiração, e todo o meu corpo podem implorar pela complicação, pela confusão, pela loucura, pela novidade, ou seja lá o que for que eles querem, eu não dou. Porque finalmente eu deito a cabeça no travesseiro e durmo tranquila. E finalmente eu não ligo mais pra nada, até porque não tem nada aqui. Nada penetra minha barreira que me faz imune ao mundo. Agora pouco me importa se é verdade ou mentira, se é amor ou indiferença. Assim como não ligo se a inspiração fica ou vai, eu não ligo se ele, eles ou ninguém estará aqui depois. Por mim tanto faz. Mas é claro que isso não impede que eu abra o Live Writer, o MSN, a porta de casa ou uma brechinha da minha bolha de proteção pra que eles entrem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*