quinta-feira, julho 09, 2009

Minha vida mais que cômica.

Se minha vida fosse um filme seria uma tragédia cômica. Acontece cada coisa que eu sou obrigada a rir. Mas tudo bem. Acho que foi o final que faltava para que as cortinas se fechassem e a platéia pudesse ir embora irritada com essa história sem pé nem cabeça.
Apesar de tudo, cheguei a conclusões importantes hoje. A principal foi sobre minha profissão, definitivamente eu não sirvo pra psicologia. O ser humano é chato demais pra ser entendido e as pessoas definitivamente me cansam. Essa semana eu li uma frase da Tati (sempre ela) que explica muita coisa: "A vida é complicada. E a vida é complicada porque nós mulheres romantizamos tudo, ou quase tudo. Ou justamente o que não deveríamos.". Só pra variar ela tá certa né ?! Por que não podemos simplesmente deixar o coração na geladeira e pegar só quando for extremamente necessário ? Sinceramente eu cansei dessa vida. Juro solenemente que desse dia em diante não chegarei nem perto de me apaixonar por alguém. Tá, eu também não acreditei. Mas seria bom se fosse verdade. A vida seria bem mais simples, extremamente sem graça, mas sem dúvidas, mais simples. O mais engraçado dos meus amores, paixões, paixonites, e afins é que eu SEMPRE sei que tô fazendo merda e nunca largo de mão. Isso tem duas explicações muito coerentes, a primeira é simples, eu gosto de sofrer. Sou do tipo que precisa sangrar um pouquinho pra sentir que ainda tô viva. E a segunda chega a ser clichê, mas é uma puta verdade, eu ADORO homem que não presta. Tenho um tipo de imã que atrai todos eles. É como se eu andasse com um letreiro luminoso piscando ‘Ei, você que mente, trai, engana a namorada e sempre bota a culpa na outra, me liga!’. É inacreditável o número de vezes que eu vi a mesma coisa se repetir. O pior é que eu tenho bom coração e alma de psicóloga e sempre acabo consolando as namoradas. A verdade é que no fundo eu sempre sei o final dessas histórias, de tanto que já vi elas acontecerem, seja comigo, seja com pessoas próximas, e nem me abalo mais com o final.
E como eu fico nisso tudo ? Não fico né. Tiro meu time de campo com o sentimento de que valeu pela experiência, como sempre vale. Torço para que o fim do ano chegue logo e que os meus planos de ir para o paraíso se concretizem. Desde que eu aprendi que os meus problemas são meus, minha felicidade também e que nenhum dos dois depende de interferências externas, é muito mais fácil dar um sorriso no final do dia e escrever um texto contanto tudo sem melancolias. A vida segue e depois das minhas mudanças o futuro se mostra muito bonito. A minha luz no fim do túnel é um sol brilhante, com o barulho das ondas quebrando e a paz que só o meu lugar preferido nesse país tem.
floripa1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*