sexta-feira, julho 24, 2009

De saco cheio!

Eu acordo, abaixo o volume do rádio e abro o pc. Já é meio dia. Eu abro todos os vinte mil sites de relacionamento dos quais eu participo, constato que odeio muito alguns e adoro outros. Abro meus mil emails, apago os malditos spams, e leio as poucas coisas que me interessam. Almoço, volto pro quarto e repito esse ritual entre uma página e outra do meu livro. A parte de ler emails tem sido a mais divertida dos últimos dias, conversas realmente interessantes têm surgido e acabado um pouco com o meu tédio mortal. Sim, porque eu tô morrendo de tédio. Preciso urgente de algo novo, uma roupa nova, um amor novo, amigos novos, não sei. Qualquer coisa que me faça fugir dessa rotina cansativa. Ao meu redor são sempre as mesmas pessoas chatas, com as mesmas picuinhas sem sentido, e as fofocas desinteressantes, e os namoros sem sal, e as novidades da semana passada e aí, quer saber ? Por que não vai todo mundo pro inferno ? Eu juro que nunca vi tanta gente chata a minha volta. São pessoas fúteis, com ideias vazias, problemas do tipo ‘Minha unha quebrou, minha chapinha queimou, meu namorado me traiu.. Ó, como eu sofro!’. Ou sou eu que tô ficando louca, ou esse meu mundo tá insuportavelmente chato. É tudo tão absurdo que parece algo surreal. No rádio só toca música igual e sem qualidade; na TV só se fala besteira; na internet tem cada vez mais gente chata querendo aparecer; na escola e nas ruas são as mesmas menininhas bobas, com seus sorrisinhos afetados, seus namorados galinhas suas melhores amigas (?) de cabelos pintados e olhares invejosos. Agora me diz se dá pra aguentar isso sem mandar o mundo a PQP ?
Tá, talvez eu esteja muito chata e sem paciência. Talvez se eu tivesse uma melhor amiga falsa, me preocupasse com coisas fúteis, tivesse vocação pra corna, ouvisse música ruim e frequentasse festas ruins eu arrumaria um namorado e ficaria menos estressada. Porque ao que me parece ter namorados que não mal as suportam, relacionamentos fictícios e mentiras muito bem contadas deixam as pessoas mais felizes. Eu, particularmente prefiro ficar sozinha com a minha chatice, meu melhor amigo louco, que me dá os piores conselhos do mundo e minhas amizades coloridas. Só espero que as pessoas que me irritam mantenham uma distância segura. Esse frio FDP congela a parte do meu cérebro que me impede de matar os outros.

Um comentário:

  1. haha, tinha me esquecido da corna! me fez lembrar dela e de suas amiguinhas, tu é a melhor!
    OPAKSPAKPKASKOPAKPAKSAKSPOKASPASK

    ai meu bem, ainda bem que tu é diferente dessas por aí *-*

    ResponderExcluir

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*