sábado, julho 04, 2009

Começar de novo.

Mais uma semana se passou relativamente rápida, apesar de ter me parecido uma eternidade. Eu me sinto presa aqui, fazendo milhares de coisas que eu não quero fazer, falando com milhares de pessoas que eu não quero falar, andando por ruas pelas quais eu preferia nunca ter que passar. Essa vidinha me cansa. As coisas a minha volta me estressam, pelo simples fato de estarem aqui nesse momento. A única coisa que eu queria agora era estar numa praia bem distante, com um computador para poder escrever todas as loucuras que me viessem a cabeça, uma garrafa de whisky, uma carteira de cigarro e uma boa companhia. Ouvir música, escrever, beber, conversar e mais nada. Ficar completamente alheia a esse mundo tão chato onde nada me atrai. Eu queria fugir, de mim, da minha vida, de tudo que me cerca. Deixar tudo pra trás e apenas ir sem deixar rastros. Esquecer esses sonhos tão grandes que dão tanto trabalho pra realizar, esquecer os grandes planos, as grandes ideias. Eu, um amor e o mar.
Agora eu vejo que eu passei tanto tempo planejando o futuro perfeito que me esqueci de pensar no presente. Só que o presente não me esperou parar de sonhar e seguiu seu curso. O presente mudou e eu mudei com ele, sem que me desse conta. Aquelas ideias que antes me fascinavam não me agradam mais, e tudo a minha volta parece demais pra mim. A única coisa que eu tenho vontade de buscar é aquela que eu não conheço a um bom tempo: PAZ. Eu só quero ficar em paz comigo mesma e com as (poucas) pessoas ao meu redor. Eu não quero mais todas aquelas coisas que eu queria. Eu não quero mais o glamour, nem a agitação. Eu não quero o mundo aos meus pés, na verdade nem quero o mundo perto de mim. Eu quero ficar sozinha, pra pensar só em mim e conseguir ouvir os meus pensamentos. Eu quero buscar as coisas que tão faltando dentro de mim. Pode parecer loucura, mas me parece a única solução nesse momento. Limpar a cabeça de todo o lixo e todas as ideias que eu acumulei todo esse tempo. Começar de novo, num novo lugar, como uma outra pessoa. Será que isso é possível ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*