sábado, maio 16, 2009

As cores do mundo.

Eu ando pelas ruas e olho tudo ao redor. Os carros passam, algumas pessoas se vão, outras voltam. E assim a vida segue seu curso natural. Ninguém olha mais que duas vezes para a pessoa ao seu lado. Todos são apenas estranhos concentrados em seus afazeres como se estivessem em mundo particular. Mas eu me pergunto, qual será a história dessas pessoas ? Quem são esses homens e mulheres que passam por mim todos os dias ? Talvez eles não estejam tão distantes como parece. Talvez tenhamos algum gosto em comum. Talvez compartilhemos da mesma dor. Não há como saber. Nossas atividades diárias nos consomem tanto tempo que acabamos esquecendo que há um mundo a nossa volta. Da mesma maneira que os cavalos tem as laterais do rosto tapadas para que enxerguem apenas aquilo que lhes é importante ver, nós também acabamos vendo só o que está na nossa frente. Portanto, se levarmos em conta que o nosso mundo nada mais é que aquilo que estamos acostumados a ver, é muito burro limitar nosso campo de visão àquilo que está mais próximo. É necessário abrir os olhos para ver tudo que há para se ver. São tantas cores, tantos cheiros, tanta beleza. O mundo pode ser mágico se proporcionarmos a ele a oportunidade de se revelar. Visando isso, eu lhe desafio hoje a sair por aí e prestar atenção em tudo que está a sua volta e no que está longe também. Preste atenção até naquilo que não vê. Imagine. Se permita voar pra longe. Observe tudo e faça com que cada momento, cada sensação, cada cheiro, fique registrado em sua memória. Como uma fotografia, só que muito mais colorida, muito mais bela e com muito mais sentimento. Em todas as coisas ao seu redor há poesia, no ar, nos bichinhos, nas plantas, nas pedras disformes das calçadas, nos carros que passam apressados, nas pessoas que você nem nota ao seu lado. Sinta toda essa poesia e abra seus horizontes, você verá o quão belo pode ser o seu mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*