sábado, março 07, 2009

Um texto sobre coisas boas e tudo que há para se falar.

Todos me acharão incrivelmente louca por pensar isso, mas é muito estranho chegar ao fim de uma semana e poder enfim dizer que ela foi muito boa. Mas, mais estranho que ter uma semana boa é chegar às seis horas da manhã de sábado sem falsas esperanças e sem lágrimas nos olhos. Eu não posso dizer que não sinto falta de tudo que passou, nem posso afirmar que não voltaria correndo se ele chamasse. Acho que isso se deve a uma vontade louca de ser amada, ou talvez seja apenas o fato de ter finalmente encontrado uma pessoa que me faça bem (mesmo que seja sem querer). Pode ser também por ele saber sempre a coisa certa a falar, principalmente se a coisa certa for uma mentira.
Eu nem sei porque estou escrevendo sobre essas coisas. Na verdade eu planejava deixá-las no passado como se estivessem trancadas em uma caixa. Mas elas estão aqui, impregnadas em cada idéia que me vem a cabeça. Por mais que o passado já esteja no passado, ele continua aqui. Deve ser porque era ao lado dele que eu via o futuro, talvez meu inconsciente ainda não tem processado que ele não estará mais comigo. E agora que eu pensei sobre isso vi que, talvez seja do meu inconsciente essa voz que fica gritando na minha cabeça, mandando eu procurá-lo, querendo que eu volte pra lá. Como fugir de uma coisa que está tão presa em mim ? Como ignorar que ele está presente em tudo que eu vivo ? Merda. Eu não queria pensar sobre isso, nem deveria estar escrevendo essas coisas. Esse era pra ser um texto sobre coisas boas, assim como a minha vida devia ser sobre coisas boas. Por que não consigo ser como essas meninas que arrumam namorados legais e são felizes pra sempre (ou pelo menos por alguns meses) ? Tudo bem que os namorados não são exatamente fiéis, mas quem se importa com fidelidade mesmo ?! Eu só não quero mais dormir sozinha. Nem quero mais ser a maluca que insiste em ver a verdade, que fica procurando furos nos contos de fadas. Não quero ser mais aquela que estraga a felicidade porque quer essa merda de relacionamento sincero. Se todos podem encontrar felicidade em relacionamentos ilusórios eu também posso. É isso. Essa é a resposta. Eu tenho que ser igual à todo mundo para as coisas darem certo. Finalmente descobri a resposta! E eu cheguei a pensar que esse não seria um texto sobre coisas boas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*