terça-feira, março 10, 2009

Te quero.

Eu te quero. Quero assim, sem uma explicação coerente. Quero desse jeito louco, inquieto, talvez até doentio. Eu quero porque quero. Porque é teu rosto que me vem quando fecho os olhos. Porque é tu que me encanta, me fascina e me faz caminhar acima das nuvens. Eu não sei se é amor, eu não sei se é o melhor, nem se é certo. Só sei que é forte, belo e puro. Eu te desejo como se fosse a última coisa que eu vou ter na vida, como se fosse minha única opção. Penso em ti todos os minutos que vivo aqui sozinha. É quase loucura, é quase obsessão. Eu não entendo porque te quero. Eu nem ao menos quero te querer. Se eu tivesse a opção de não gostar, de não querer, de não pensar… Mas eu não tenho. És uma ideia fixa, um sentimento intocável. Um quase amor misturado a um quase ódio. Esperança e insegurança. Medo e desejo.
Eu não vou mais fugir. Eu não posso. Se você não quiser eu entendo, eu desisto, eu tento não lembrar. Mas se você quiser. Se você chamar, eu vou correndo. Eu jogo tudo pro alto e vou sem olhar pra trás. Vou pra ficar contigo e te fazer feliz. Vou porque eu sei o que eu quero. Porque mesmo sabendo que nem tudo são flores, que nem tudo foi sincero e que esse sentimento todo não é recíproco, eu estou disposta a lutar. Por tudo que não foi, pelo que não é, mas que talvez será. Eu quero arriscar, mesmo que eu mal consiga respirar de tanto medo, mesmo que o futuro seja incerto, mesmo que você não tenha certeza, mesmo que você não seja de verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*