terça-feira, fevereiro 03, 2009

Apenas sinta.

E eu finalmente me cansei de tudo, dos sorrisos forçados, abraços sem vontade, olhares desviados, amor só da boca pra fora. Cansei da fidelidade relativa, do respeito esquecido, cansei de meios termos, meias verdades, meios amores. Não gosto de fingimento, não quero viver uma vida de mentira, não quero viver pela metade. Não quero fingir que gosto, ou pior, fingir que não gosto, não quero ser quem não sou, não quero fazer de conta que acredito, nem que eu não estou vendo. Não sei ser a menina bobinha, não sei acreditar e não consigo viver com a mentira. Não quero, não aceito e ponto. Se eu tiver que sair correndo e me passar por louca eu farei, se tiver que ficar sozinha, agüentarei, se tiver que sofrer, paciência. Eu só quero que tudo seja de verdade, se for pra chorar, que as lágrimas caiam e seja um choro compulsivo, triste, e não apenas alguns soluços forçados, e se for pra rir que seja uma gargalhada de verdade, com prazer, sem preocupações, se for pra amar, que seja de corpo e alma, que seja forte e verdadeiro, se for pra doer, que seja uma dor daquelas que parece que você não vai agüentar, se for pra ficar, que fique por inteiro e viva o que tiver que viver, mas, se for pra partir, que vá pra nunca mais voltar, pois não gosto de nada mal resolvido, palavras não ditas e nem coisas feitas pela metade. Faça tudo por inteiro, não importa o que for, faça de verdade e sinta, sinta tudo que há pra sentir e quando você não puder mais sentir que isso seja por inteiro também, nada de sentir pela metade, deixe de sentir apenas no dia em que esse direito lhe for tirado por completo, pois não poder sentir é sinônimo de não viver mais, e não é justo permitir que sua vida acabe antes da hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Se não leu o texto não comente só para eu comentar no seu blog, não me dou ao trabalho de responder esse tipo de comentário.
- Faça comentários relacionados ao texto, se quiser falar sobre outro assunto existem várias outras formas de entrar em contato comigo.
- Se quiser deixar o link do seu blog comente com Open ID, meu blog não é uma página de propagandas.
- Não peça para eu seguir seu blog, twitter, etc. Se eu achar interessante seguirei por conta própria.
- E se usar um texto meu me avise e dê os créditos. Plágio é crime!

Enfim, não gostaria de ser chata impondo regras aos comentários, mas algumas pessoas exageram.
Espero compreendam e que tenham gostado do blog.
Voltem e comentem sempre. ;)
Beijo :*